Provavelmente você ja ouviu falar sobre esses dois neurotransmissores.

Ambos estão muito relacionados com prazer, bem estar, felicidade… Mas, existe uma grande diferença entre os dois: a dependência que eles podem gerar.

 

 

Vamos chamar a SEROTONINA de prazer não dependente e a DOPAMINA de prazer dependente.

Acontece, que ambas estão sempre sendo estimuladas no nosso corpo, mas dependendo da sua “fonte”, esse estímulo pode gerar um vício.

 

 

Presta atenção nessa foto e segue o raciocínio comigo…

dopamina (prazer dependente) esta muito ligada a prazeres imediatos, intensos, individuais e viscerais.

Toda vez que eu tenho uma descarga de Dopamina, eu diminuo a sensibilidade dos meus receptores e com isso, acabo “inativando” os sentidos de prazer. Com isso, eu gero um prazer menor, logo, eu não sinto tanto prazer quanto antes.

Para poder ter a mesma sensação de prazer de antes, eu preciso de uma quantidade maior. Assim que eu dou uma dose elevada, eu diminuo novamente a sensibilidade e vou precisar novamente de uma dose maior… e assim que eu dou novamente, diminuo mais uma vez e assim seguimos, gerando uma DEPENDÊNCIA =  VÍCIO.

  • Consegue entender pq o AÇÚCAR VICIA? Pq as drogas causam tanta dependência? E pq existe essa comparação da cocaína com o açúcar?? O mecanismo é o mesmo, pois estamos falando de DOPAMINA (prazer dependente).

 

Já a serotonina (prazer não dependente), esta relacionada com uma sensação de bem estar lento, controlado e normalmente, dividido com outras pessoas.

Vamos pensar numa atividade física. Assim que eu termino o treino, eu me sinto feliz e satisfeito e não preciso de mais naquele exato momento. Eu posso treinar amanhã ou outro dia, certo? Prazer NÃO DEPENDENTE. 

 

Mas, temos a big problem… Toda vez que eu tenho uma descarga muito grande de dopamina, eu tenho uma queda de serotonina. E a baixa de serotonina esta ligada a DEPRESSÃO.

 

“E agora Vih?” – É por isso que trabalhamos com o famoso EQUILÍBRIO !

Precisamos ter doses equilibradas de Dopamina e doses moderadas de Serotonina.

  • Evite o excesso daquilo que dá grandes descargas de dopamina (açúcar refinado principalmente)
  • Cuidado com o excesso de tecnologias, como celular, redes sociais, televisão…
  • Aumente o consumo de alimentos ricos em triptofano, o precursor de serotonina
  • Cultive bons hábitos e busque doses de serotonina atraves de atividades ao ar livre e interação social

 

E me espera que vou voltar depois pra poder falar mais sobre os “Quatro C’s da Serotonina’ de Robert Lustig, o cabeça disso tudo 🙂

No comments so far.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Website Field Is Optional