Muitas reclamações que ouço em consultório são relacionadas a gases, distensão abdominal, desconforto…

E nós já sabemos que existem alguns alimentos que realmente causam isso, tal como brócolis, repolho, feijão e etc. Mas, o buraco é mais embaixo.

 

Já ouviu falar nos FODMAPS?

Correspondem a um grupo de alimentos fermentáveis, com alta osmolalidade e que por não serem digeridos pelo trato digestivo, fermentam e absorvem uma grande quantidade de água, gerando todos os sintomas.

FODMAP – Oligossacarídeos, Dissacarídeos, Monossacarídeos e Polióis

E quais os sintomas?

Isso costuma variar de pessoa para pessoa, mas são basicamente os mesmos sintomas da Síndrome do Intestino Irritável, o que leva algumas pessoas a confundir.

  • Gases
  • Estufamento abdominal
  • Odor forte
  • Alterações intestinais (obstipação x constipação)

 

Todos os sintomas variam, tal como a aceitabilidade do indivíduo a determinado alimento.

 

Que alimentos são esses?

Podemos separar por algumas categorias…

Frutas – maçã, pêra, pêssego, manga, melancia, abacate, cereja, tâmara, damasco

*Atenção aos sucos naturais, pois contem muita frutose!

Laticínios – Leite de vaca, queijo cottage, cream cheese, queijos cremosos com lactose, sorvete

Hortaliças – Alcachofra, aspargos, beterraba, brócolis, couve, alho, alho poró, quiabo, cebola, alho, cogumelos

Leguminosas – feijão, lentilha, grão de bico, ervilha

Cereais – Aveia, trigo, centeio, cuscuz, cereais com xarope de milho

Adoçantes – Açúcar branco, demerara ou mascavo, sucralose, aspartame, ciclamato, xylitol, mel

Para algumas pessoas, da um desespero e parece que o mundo vai acabar né? Mas não… Temos milhões de opções, tal como muitos vegetais, folhas e diversos alimentos. Não se desespere.

*No começo, a dieta é um pouco mais restrita e merece mais atenção, mas aos poucos, voce se adapta e ve que é mais simples do que parece.

Por quanto tempo?

Bom, começamos com restrição TOTAL dos FODMAPs por 6-8 semanas e vamos reintroduzindo aos poucos.

Não adianta colocar todos os alimentos de uma vez só, pois a ideia é descobrir o que de fato te faz mal e como é a sua aceitabilidade a determinado alimento e a sua forma de preparo.

Após a restrição total, vamos encaixando um a um e notando os sintomas e como a pessoa se sente.

Cerca de 75% das pessoas se sentem muito melhor após a dieta e descobrem quais são os alimentos “gatilho” para o desconforto.

Não se desespere e nem tome conduta por conta própria. Converse com seu nutricionista e veja se é realmente necessário começar a dieta com restrição destes.

No comments so far.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Website Field Is Optional